COLABORE

Áreas de Atuação

Iniciativa integra ações do Programa Global das Comunidades de Nossa América Latina

25/11/2022

Institucional

Atividades foram realizadas em Feira de Santana, Antônio Cardoso e Formosa do Rio Preto (BA)

21/11/2022

Geral

Atividade teve como objetivo principal proporcionar à comunidade caminhos para autonomia e sustentabilidade

21/11/2022

Áreas de Atuação

Grupo se dedica ao resgate histórico, cultural e religioso da comunidade

21/11/2022

Institucional

Grupo pretende levar propostas ao governador eleito, Jerônimo Rodrigues

21/11/2022

Projetos

Moradores da Comunidade Negra Rural Quilombola do Município de Antônio Cardoso, Bahia, tem esperança de garantia de direito neste documento

16/11/2022

ÁREAS DE ATUAÇÃO

Convivência com os Biomas

A área de Convivência com Biomas busca valorizar e preservar a vida assim como fortalecer as lutas com posicionamentos em defesa dos povos e das comunidades tradicionais. Se insere tanto no contexto global de valorização e preservação da vida como na defesa dos povos e das comunidades tradicionais.

Economia Popular Solidária

A Economia Popular Solidária (EPS) é uma estratégia de desenvolvimento sustentável e solidário fundamentado na organização coletiva de trabalhadores e trabalhadoras. É uma importante articulação que integra campo, floresta e cidade na construção alternativa de processos coletivos e autogestionários.

Formação

A Formação é uma importante ferramenta no processo organizativo da Cáritas Brasileira. É por meio dos processos formativos que a Rede Cáritas fortalece valores e princípios que norteiam as ações da instituição, em vista da transformação social e da pastoralidade transformadora.

Gestão de Resíduos Sólidos com ênfase em catadores

A Cáritas busca valorizar catadores e catadoras de materiais recicláveis, contribuindo para a superação da pobreza e da exclusão deste segmento da população.

Meio Ambiente Gestão de Riscos e Emergências

A Cáritas Brasileira promove ações de solidariedade nacionais e internacionais para o atendimento à comunidades afetadas por desastres socioambientais ou que estão em situação de vulnerabilidade. Bem como, no trabalho para construção de comunidades mais seguras e resilientes.