Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Várzea do Poço recebe Intercâmbio de Educação Contextualizada para Convivência com o Semiárido

26 de novembro de 2017
Morgana Damásio

A aula pode ser entre quatro paredes, debaixo de um umbuzeiro, em uma praça ou em qualquer outro lugar que favoreça a contextualização da realidade local nas práticas de ensino. Essa é a essência da educação contextualizada, foco do evento Intercâmbio de Educação Contextualizada para Convivência com o Semiárido, realizado entre os dias 20 e 22 de novembro, em Várzea do Poço (BA).

>>> Confira como foi a abertura

A mesa institucional contou com a participação de Harold Shisteck , do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA), Paulo José Ferreia, ex prefeito de Várzea do Poço, Edmerson dos Santos , da Rede de Educação do Semiarido Brasileiro (RESAB),  e síntese e reflexão do professor Eloi Barreto.

O intercâmbio reuniu educadores de todos territórios da Bahia, que participaram de debates, momentos de síntese e reflexão, visitas a experiências concretas, oficinas e assistiram apresentações culturais de estudantes. O município deu seus primeiros passos com a experiência de educação contextualizada no semiárido através do projeto “A educação que a gente quer do jeito que a gente é”, realizado com o apoio da Cáritas Diocesana de Ruy Barbosa. Hoje Várzea do Poço é referência na questão, auxiliando outras cidades com a implementação dessa prática educativa, como a comunidade de Queimada Grande, em Banzaê (Ba).

“Podemos juntos fazer um trabalho de muito sucesso, mudando a realidade e a visão de como muitos pensam a respeito da educação. A educação contextualizada precisa ser abraçada com apoio desde a gestão, os pais e comunidade”, explica Nívia Maria, educadora do projeto “Vida sustentável em Queimada Grande: Crianças e adolescentes construindo um lugar bom de se viver”, apoiado por KNH e pela Cáritas Brasileira Regional Nordeste 3.

As trocas e vivências proporcionadas pelo intercâmbio estimularam educadores a repensarem o modelo de educação de suas escolas. Foi o caso de José Carlos, da cidade de Irajuba (BA). “Eu vi propostas possíveis de serem realizados. Uma educação que realmente faz sentido para as pessoas. Quero levar essas experiências para o meu município, porque acredito que essa proposta ajuda na formação de cidadãos capazes de transformarem a realidade que estão inseridos”, explica.

O evento é realizado pela Cáritas Diocesana de Ruy Barbosa, Secretaria Municipal de Educação de Várzea do Poço e Cáritas Brasileira Regional Nordeste 3.

 

 

Comentários

comentários

Seja um Doador

Somos Nordeste 3 – Somos Cáritas

Faça parte dessa rede
Faça parte desta Rede

Redes Sociais

Prestação de Contas

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.

Contato

Cáritas Regional Nordeste 3
Rua Emília Couto, Nº 270 B - Brotas
CEP 40.285-030


Salvador/Bahia
+55 (71) 3357-1667

caritasne3@caritas.org.br