Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Encontro territorial é marcado pelo planejamento de ações de fortalecimento para o semiárido

11 de maio de 2018
1 (5)

Refletir sobre a conjuntura atual e planejar ações coletivas por um semiárido justo, sem nenhum direito a menos. Este foi o objetivo do Encontro Territorial Semiárido e Resistência, realizado entre os dias 08 e 09 de maio, no Centro de Treinamento de Líderes de Ruy Barbosa (BA).

Coordenado pela Cáritas Diocesana de Ruy Barbosa, o evento contou com a assessoria de Ruben Siqueira, assessor nacional da Comissão Pastoral da Terra (CPT) e reuniu membros de comissões municipais, fóruns da cidadania, pastorais sociais e movimentos sociais da diocese e território.

A programação foi iniciada com um estimulo para construção da análise de conjuntura. “O exercício é você tentar interpretar através da vivência, a partir do território e das lutas concretas, os elementos para que juntos possamos produzir uma leitura que nos mobilize”, afirmou Siqueira.

Em seguida, na fila do povo, os participantes do encontro apontaram suas visões sobre a realidade local e o cenário nacional. Dentre os destaques sinalizados estão o aumento do conservadorismo, crise econômica, política e social e perseguição e morte de lideranças políticas. “A saída é de forma coletiva”, apontou a participante Naiade Britto, que ressalto a importância do fortalecimento do trabalho de base.

O momento foi seguido pela exposição da análise de conjuntura nacional, por Ruben, a partir dos elementos levantados durante a fila do povo

A análise também foi aprofundada em um trabalho de grupo onde, através do olhar  territorial, se trabalhou os seguintes temas: o papel da igreja e das religiões, água, bacias hidrográficas e privatizações, eleições 2018 e geração, gênero e etnia.

Um painel também partilhou discussões importantes ocorridas durante o Fórum Alternativo Mundial da Água e o Fórum Social Mundial, ambos realizados em março deste ano. O espaço foi facilitado por Benedito Ballio (comunicação), Gabriel Reis ( Água) , Claúdio Dourado ( Defesa do rio Paraguaçu), Morgana Damásio(juventude e mulheres) e Cleusa Alves ( O papel das Igrejas no cenário de golpes na América Latina).

Saiba mais sobre o Painel Ecumênico “As Igrejas na resistência aos cenários de golpe na América Latina

ENCAMINHAMENTOS – Que forças temos? Quais caminhos trilhar? Quais são os sinais de resistência? O que já está sendo feito, o que pode ser reforçado e o que deve ser iniciado? Estas perguntas balizaram a reflexão final do encontro, que resultou no compromisso com o fortalecimento das ações previstas no planejamento da Articulação das Pastorais Sociais e da Cáritas Diocesana de Ruy Barbosa. Os participantes também deliberaram a construção de ações coletivas, como a realização de encontros municipais de formação política,  seminário regional com a temática da Água – Bacias Hidrográficas e encontros formativos para mulheres e jovens.

Texto/Foto: Morgana Damásio

Vídeo: Morgana Damásio/ Naide Britto

 

Comentários

comentários

Seja um Doador

Somos Nordeste 3 – Somos Cáritas

Faça parte dessa rede
Faça parte desta Rede

Redes Sociais

Prestação de Contas

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.

Contato

Cáritas Regional Nordeste 3
Rua Emília Couto, Nº 270 B - Brotas
CEP 40.285-030


Salvador/Bahia
+55 (71) 3357-1667

caritasne3@caritas.org.br