Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Ações solidárias

A Cáritas entende que “mobilizar é convocar vontades para atuar na busca de um propósito comum, sob uma interpretação e um sentido também compartilhados.” Por conseguinte, a Cáritas mobiliza a sociedade para a adesão consciente e voluntária a uma causa social. Chama a sociedade para assumir sua co-responsabilidade na construção do bem comum, da cidadania, da vida digna para todos.

Conheça algumas ações solidárias desenvolvidas pelo Regional Nordeste 3 com organizações parceiras.

Parceria com o SERPRO

Telecentro em Serrinha

A Cáritas, desde 2008, tem uma parceria com o SERPRO – Serviço de Processamento de dados do Governo Federal por meio do Programa “SERPRO de Inclusão Digital”. Este programa consiste na doação de microcomputadores promovendo a implantação de telecentros comunitários com o objetivo de ampliar a cidadania e contribuir para a inserção da(o) cidadã(o) na sociedade da informação através do uso da tecnologia.

A Cáritas Regional NE3 acolhe as demandas das comunidades por inclusão digital e apresenta para o Serpro. As comunidades são responsáveis pela adaptação dos espaços para receber os equipamentos, que para serem instalados precisam de rede elétrica e de acesso à internet. Para a instalação de alguns telecentros o Regional Nordeste 3 apoiou as comunidades no cumprimento dessa demanda.

A implantação do 1º telecentro ocorreu em Ilhéus, na Casa de Acolhimento, em 14/11/2008 e, na sequência, em Queimada Grande, no dia 21/11/2008. Os agentes, parceiros, agregados ou todos que são protagonistas nas ações com a Cáritas logo desejaram ter telecentros em seus ambientes sociais e aí foram contemplados a Comunidade Quilombola de Paus Autos, no município de Antônio Cardoso, a Arquidiocese de Amargosa, o município de Iaçu, o Movimento da População de Rua, em Salvador, e a Escola de Música EMARTES, em Serrinha.

Essa parceria com o Serpro já rendeu bons frutos e, desde então, já foram instalados 7 telecentros, que estão localizados nas regiões das Cáritas Arqui(diocesanas) que compõem o Regional Nordeste 3 – Bahia e Segipe.

Parceria com o Comitê Betinho

Construção cisterna - Comitê Betinho

O Comitê Betinho, com sede em São Paulo, foi fundado em novembro de 1993, inspirado na ação da “Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida”, idealizada pelo sociólogo Herbert de Souza, conhecido como Betinho. Suas atividades destinam-se a apoiar, divulgar e financiar projetos que contribuem para melhorar as condições de vida das pessoas que se encontram em situação de exclusão social.

O Comitê Betinho fez uma campanha de mobilização de recursos em parceria com APCEF (Associação dos Empregados da Caixa Econômica Federal) e APCEF (Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal/BA). Com o valor arrecadado, a Cáritas Regional NE3 executou a construção de 69 cisternas de consumo humano, sendo 37 no município de Rafael Jambeiro e 32 no munícipio de Ipirá, durante os anos de 2012 e 2013.

Outra iniciativa do Comitê ocorreu em parceria com a autora Patrícia Engel Secco, contribuindo com a formação de novos leitores. A Cáritas Brasileira Regional Nordeste 3 também participou desta ação por acreditar que a transformação da sociedade acontece também por meio da formação, pois possibilita a descoberta de novos conhecimentos e valores. Em parceria com instituições de ensino de diversas regiões da Bahia, desenvolveu do projeto “Fome de Ler”. O kit era composto pelo livro “Uma História de Bicho de Verdade”, além de lápis, borracha e caderno de desenho. Os kits foram distribuídos com organizações parceiras da Bahia e a metodologia adotada para o desenvolvimento do projeto ficou a critério de cada organização.

Parceria com a Escola Nossa Senhora da Luz

intercâmbio passagem do lajedo

Em 2013, a Cáritas Regional Nordeste 3 foi convidada pela Escola Nossa Senhora da Luz, situada em Salvador/Bahia, para contribuir com o projeto pedagógico voltado para o estudo dos biomas brasileiros. Esse convite foi motivado pela atuação do Regional NE3 com a convivência com o semiárido, o que despertou o interesse dos alunos em conhecer de perto a realidade do bioma caatinga.

O projeto pedagógico envolveu diversas etapas e ações. A Cáritas Diocesana de Amargosa contribuiu na escolha da comunidade que seria visitada pelos/as estudantes. Em novembro de 2013, estudantes/as e professores/as foram até  Passagem do Lajedo, localizada região da diocese de Amargosa, para um momento de intercâmbio que possibilitou a integração entre os/as participantes, troca de saberes, percepção de novas realidades e reflexão sobre a convivência com o semiárido.

A experiência motivou os/as alunos a desenvolver várias ações com apoio da Escola para angariar recursos para direcionar a comunidade Passagem do Lajedo a fim de melhor a condição de vida das famílias dese local. Foram organizadas oficinas de sensibilização dos/as educadores/as, educandos/as e suas famílias sobre o projeto, venda de rifa e de diversos produtos e coleta de materiais reciclados para comercialização. Dessa forma, além de ampliar os conhecimentos sobre o bioma caatinga, a cidadania e a conquista de direitos, os/as estudantes se envolveram em ações de mobilização de recursos.

Além da melhoria na qualidade de vida dos moradores, a ação garantiu o acesso ao direito à água com a construção de 10 cisternas de consumo para as famílias de Passagem do Lajedo, a reforma de uma casa da comunidade e da Escola Municipal Maria Constância.

Após a finalização das obras, um novo intercâmbio permitiu a vinda dos alunos e educadores da escola municipal Maria Constância e moradores da comunidade Passagem do Lajedo para Salvador. Em maio de 2014, todos/as se reuniram na Escola Nossa Senhora da Luz para vivenciar muitas atividades, como festa dançante, visita ao zoológico e à praia, momento de celebração e homenagem aos visitantes.

Em 2015, outro projeto aproximou novamente a Cáritas e a Escola Nossa Senhora da Luz, a Gincana “Somos da Luz”, onde alimentos, em torno de uma tonelada, foram arrecadados pelos/as estudantes para doação. A Cáritas Regional Nordeste 3 acolheu o pedido de distribuição desses alimentos e, em parceria com a Cáritas Diocesana de Amargosa, distribuiu os alimentos para famílias das comunidades de Passagem do Lajedo, Peões, Pedrinhas e Vão de São João, além da comunidade Quilombola Rio dos Macacos, localizada em Simões Filho.

Os critérios de seleção da doação foram as dificuldades enfrentadas pelas famílias dessas localidades, como falta de serviços públicos básicos, escassez de água e precariedade de acesso, sendo que em algumas comunidades só é possível chegar a pé. Os agentes Cáritas que participaram das entregas relataram sobre a alegria das famílias ao receber as doações e da oportunidade que tiveram de dialogar com as pessoas sobre os desafios vivenciados por elas no dia-dia, como falta de água, condições precárias de moradia e de recursos financeiros. A Cáritas Diocesana de Amargosa ressaltou a importância de participar de ações solidárias como essa, pois foi visível o contentamento de cada família ao receber a visita e a doação, que foi fruto de uma iniciativa de crianças e jovens conscientes da importância de praticar a solidariedade.

Em 2016, ocorreu uma nova arrecadação de alimentos da Escola Nossa Senhora da Luz e a Cáritas Regional NE3 e a Cáritas Diocesana de Amargosa assumiram a tarefa de fazer a entrega das cestas com alimentos para 35 famílias da comunidade Passagem do Lajedo.

Veja os boletins com mais informações sobre essa ação solidária de doação de alimentos:

boletimvirtual-ed-especial-fev-2016

 boletimvirtual-ed-especial-out-2016

Parceria com o Instituto Frei Ludovico

Cadeiras reformadas no auditório

A parceria da Cáritas Regional Nordeste 3 com o Instituto Frei Ludovico, localizado em Salvador/BA, já existe há alguns  anos, pois o Regional NE 3 utiliza o espaço agradável e bem localizado do Instituto para a realização de momentos formativos, e estabelece um bom relacionamento com as irmãs, que fazem a gestão do local, pois os serviços oferecidos agradam aos  agentes Cáritas, que vêm de diversas regiões da Bahia e de Sergipe para esses eventos.

Considerando essa parceria, a relação de solidariedade entre a Cáritas e a Casa Frei Ludovico, como também é conhecida, tem se consolidado a cada dia. A irmã Perseverança, uma das gestoras do espaço, intermediou junto ao Colégio Nossa Senhora da Assunção, ambas as instituições pertencentes à Congregação das Religiosas Franciscanas Imaculatinas de Salvador, a doação de 70 unidades de estruturas de cadeiras universitárias. A partilha também faz parte dessa ação, pois das 70 estruturas, 40 unidades foram doadas para a Cáritas Diocesana de Irecê.

estutura da cadeira

A partir da Rede Permanente de Solidariedade, que está “a todo o vapor” no Regional NE 3,  foi possível encaminhar a reforma dessas cadeiras e 30 delas já estão equipando o auditório da sede de Salvador do Regional Nordeste 3 [foto acima], proporcionando maior conforto para os parceiros e agentes Cáritas que utilizam esse espaço.